Procurar no site


Contacto

PRIMEIROS SINTOMAS
Rua da Ribeira Nova, nº 44, 1200-376 Lisboa

(+351) 21 096 48 51 | (+351) 91 507 85 72

E-mail: primeiros-sintomas@primeiros-sintomas.com

António Mortágua

 

Nasceu em Coimbra, em 1979. Frequentou os cursos de Direito e Estudos Artísticos da Universidade de Coimbra. Frequenta o último ano da Licenciatura em Teatro – Ramo Actores, da Escola Superior de Teatro e Cinema.

Iniciou-se como actor no Teatro de Estudantes da Universidade de Coimbra, organismo de que foi Presidente em 2007, e onde trabalhou, em funções diversas, com Andrzej Kowalski, Nicolau Antunes, Pedro Malacas, António Durães, Pedro Matos e Ricardo Correia, entre outros. Fez diversos workshops: com António Fava, João Mota, Vvoitek Ziemilski e Maria do Céu Ribeiro.

Desde 2010 trabalha regularmente, com Sandra Faleiro e Bruno Bravo, na Companhia Primeiros Sintomas, onde representou textos de Oscar Wilde, Bertolt Brecht, Anton Tchékhov, Beaumarchais, Bernard Pomerance e Edmond Rostand.

Dirigiu, com Catarina Rosa e Vera Barreto, os espectáculos “Woyzeck”, na Ribeira, a partir de Georg Büchner; “Retrato”, no Teatro da Garagem, a partir de Pier Paolo Pasolini e “O Fim”, a partir de textos originais, no Teatro Municipal Joaquim Benite.

Encenou, em co-produção com a Primeiros Sintomas, “Sonata”, a partir d’ A Sonata dos Espectros, de August Strindberg, na Ribeira.

Na Éter - Produções Culturais, sob a direcção de Filomena Oliveira, integra os espectáculos “Vieira - O Sonho do Império” e “Frei Luís de Sousa”.

Entre 2004 e 2007 teve um programa de autor, semanal, na Rádio Universidade de Coimbra.

Em cinema trabalhou com André Santos na curta "Ossos do Ofício."