Procurar no site


Contacto

PRIMEIROS SINTOMAS
Rua da Ribeira Nova, nº 44, 1200-376 Lisboa

(+351) 21 096 48 51 | (+351) 91 507 85 72

E-mail: primeiros-sintomas@primeiros-sintomas.com

LINDOS DIAS

LINDOS DIAS

Texto Samuel Beckett | Tradução João Paulo Esteves da Silva | Apoio à Dramaturgia Miguel Castro Caldas | Encenação Bruno Bravo | Interpretação Raquel Dias, Gonçalo Amorim | Cenário Stéphane Alberto | Figurinos Ana Teresa Castelo | Fotografias Sérgio Lemos | Desenho Postal Rute Dias | Assistente de Encenação Ricardo Neves-Neves | Direcção de Produção Paula Fernandes | Produção Primeiros Sintomas Co-Produção ZDB - Galeria Zé dos Bois


Enterrada, primeiro pela cintura, depois pelo pescoço, no montículo de um descampado de erva queimada, debaixo do sol a iluminar um dia sem começo nem fim, Winnie fala no deserto, por meio de um jogo solitário, preenchido por pequenas rotinas (acções quotidianas), evocando histórias antigas – restos, bocados do que se adivinha ter sido o seu passado – num discurso imperfeito, pautado pelas imprecisões da linguagem e da memória e pontuado de vez em quando pela presença de Willie, o marido, que mal se adivinha por detrás do montículo.

Com LINDOS DIAS de Samuel Beckett, o grupo Primeiros Sintomas inicia uma trilogia que pretende colocar em espaços alternativos textos incontornáveis de dramaturgia universal evidenciando personagens femininos. Os espectáculos que se seguem são HEDDA GABLER de Henrik Ibsen e MENINA JÚLIA de August Strindberg. Os três espectáculos decorrerão, ao longo do ano de 2009, no Negócio em co-produção com a Galeria Zé dos Bois.

 

Classificação Etária: M/ 12 anos | Duração: 75 minutos s/ intervalo;

 

Estreia e Temporada: NEGÓCIO/ZDB | 4 a 21 Fev. 2009 | Qua > Sáb | 21h30

Digressão: LOULÉ | FESTLIP (Brasil) | AJAGATO - VILA NOVA DE SANTO ANDRÉ

Reposição: TEATRO DA TRINDADE > SALA ESTÚDIO | 17 Out. a 01 Nov. 2009 | Ter > Dom | 21h30

 

VÍDEOS